Um assunto sério vem despertando a atenção no mundo do funk: a migração de estilo musical.
No cenário atual da música nacional, temos alguns exemplos de artistas que deixaram de lado o estilo musical que os lançaram para o mercado, e,acabaram migrando para outro ritmo, levando em conta muitas vezes, uma fatia maior do mercado.
No funk, atualmente, temos exemplos de peso, como o “ex MC Naldo”, que hoje é conhecido como “Naldo Beny”.
As migrações costumam ocorrer por orientação dos produtores, que visam entrar num mercado diferente e atingir uma fatia maior do público. A ideia é a de que após fazer fama para um determinado público e conquistá-lo, com a mudança de estilo, novos públicos sejam alcançados, deixando para trás o mínimo de fãs possíveis.
Isso não ocorre somente com o nosso movimento, o sertanejo sofreu recentemente, uma mudança, aonde o estilo universitário ganhou maior visibilidade, fazendo com que os músicos deste gênero sigam pelo mesmo caminho.


No caso de Naldo, assim como Annita, que tiraram o “MC”do nome artístico, a história é diferente. Se fosse somente um mudança em decorrência de seguir o que o estilo pede, poderíamos citar os cantores que deixaram de cantar outros estilos de música para aderir ao funk ostentação, que é a onda do momento no ritmo, mas, Naldo e Anita não mudaram somente o estilo, eles de fato migraram para outro ritmo musical e hoje podem ser classificados como cantores “Pop”.
Outro artista que parece estar indo na mesma onda, é MC Guime, que em alguns trabalhos já é anunciado por “Guimê”. Esse ainda leva o ritmo do funk nas suas letras, mas, até quando?
Em tempos aonde o funk ganha cada vez mais espaço nos veículos de comunicação, é de se admirar que MC’s queiram mudar tanto seu estilo e personalidade,a ponto de migrar do funk, apesar de não admitirem isso, já que não querem perder o público funkeiro, o que acaba acontecendo naturalmente, já que na boa, quem é fã, quer ouvir funk!
Estaria o funk, sendo usado como “escada”por alguns?

One Reply to “Funk, até quando?”

  1. Eu sugiro que eles estejam abrindo caminho pro Funk Pop. Que particularmente acho melhor que Funk Ostentação.

Comments are closed.